Quinta-feira, 3 de Agosto de 2006

TATU - A HISTÓRIA DE UM CÃO TRISTE QUE DEPOIS DE ADOPTADO E DEVOLVIDO SE




Eu sou o Tatu, tenho cerca de 5 anos, sou de porte pequeno e rasteirinho, e
toda a minha vida nunca conheci mais do que as grades dum canil municipal.
Fui abandonado, ainda muito novinho, no antigo canil, e há cerca de 4 anos
após a mudança de instalações vim para aqui, para o Canil Municipal de
Torres Vedras. Não conheço mais nada que não esta vida, e durante muitos
anos sempre passei despercebido aqui dentro, no meio de tantas outras
centenas de cães. Se ainda hoje estou aqui, talvez seja por mero acaso,
porque sou sossegadinho e pacato na minha vidinha, não me meto com ninguém,
vou sobrevivendo. Até quando?

Um dia, numa bela tarde primaveril, fui surpreendido por umas meninas que
olhavam muito para mim. Enquanto os meus colegas cães, saltavam e pulavam
pedindo festas, eu fui devagarinho, aproximei-me, e mostrei-me, e foi assim
que me tiraram esta fotografia. Disseram-me elas que iam pô-la na Internet,
não sei o que é, mas deve ser coisa boa, porque elas disseram-me isso e
muitas outras coisas, inclusive para ter esperança. O seu olhar era meigo e
eu confiei nelas.

Passados uns meses, uma das senhoras voluntárias entra na box onde estou, e
vem directamente a mim. Pegou em mim e levou-me para fora da box.
À minha frente estava uma senhora muito chorosa, que olhava para mim e
dizia "é esse, é esse", "é o Tatu".
Era eu? Que me ia acontecer?
A senhora voluntária do canil olhava para mim e para ela e ia dizendo: "Tem
a certeza? Olhe que ele já não é muito novo, deve ter uns cinco anos"
"mas olhe que ele tem uma otite, tem de fazer tratamento às orelhitas"
"e está também com um olhinho colado, precisa de tratar os olhinhos."

A tudo isto a outra senhora respondia que não haveria problema, que o iria
tratar, e que sim, que era mesmo a mim que me queria adoptar.

"ADOPTAR? LEVAR-ME POR FIM PARA UMA CASINHA, AO FIM DESTES 5 ANOS? EU VOU
SAIR DAQUI?"

Fiquei louco de alegria. Não acreditava.

E lá fui. Não antes sem a voluntária me limpar bem os olhinhos e as
orelhitas, fazer à minha futura dona todas as recomendações para continuar
os tratamentos, ir ao veterinário era muito muito importante.

No carro portei-me muito bem, como se sempre nele tivesse andado. Fui a ver
as vistas até chegar à minha casa.

Chegámos. Pensei eu, à minha NOVA VIDA!.
Como cheirava muito muito mal, fui logo para a banhoca. E como o cheiro
continuava, tomei mais banhocas.

Depois disso fui conhecer os outros elementos da família, que gostaram de
mim.

No dia seguinte, fui ao Veterinário.

Para além das minhas otites, dos meus olhitos inflamados, e do meu mau
cheiro (que persistia) , eu também me coçava muito.
O veterinário olhou para mim de alto a baixo, mas eu não estava nada
preocupado, sempre tinha ouvido dizer que estes senhores tratavam muito bem
de nós, os cães, e faziam o melhor que podiam para nos tratar e deixar
novinhos em folha, sem maleitas nem dores. A minha dona já tinha tido um
cão e este morrera uns tempos antes, com uma doença qualquer nos
>ntestinos, se não me engano era isso.
Mas o veterinário voltou a olhar para mim e para a minha dona e disse "
ENTÃO A SENHORA FOI BUSCAR ESTE ANIMAL A UM CANIL, QUE VEM DOENTE, QUE TEM
UM PROBLEMA NOS OLHINHOS E A LONGO PRAZO FICAR CEGO, QUE TEM UM PROBLEMA DE
PELE QUE PODE SER CONTAGIOSO, QUE PODE TER A MESMA DOENÇA QUE O SEU CÃO
TEVE? O MELHOR QUE TEM A FAZER É LEVAR ESTE ANIMAL NOVAMENTE PARA O CANIL
PARA SER ABATIDO"

Mas notem, ele disse tudo isto sem me ter feito quaisquer exames ou testes
à minha saúde.
Voltei para casa apenas com o remédio para os olhos e para as otites.

Nessa noite, passei a noite toda a coçar-me. A minha dona diz que eu não
parei quieto toda a noite, a rebolar-me no chão com comichões. Disse ela.
Ah pois é.. Se calhar já estava a dar muitos trabalhos..

No dia seguinte, a minha dona foi novamente deixar-me no CANIL MUNICIPAL.
Entre choros e muitas lágrimas de crocodilo, foi assim que ela mostrou o
quanto gostava de mim.

Hoje aqui estou eu novamente. Por momentos senti que era livre, que
finalmente tinha encontrado o meu LAR.
Tomara que nunca tivesse saído do canil. Fiquei a saber o que eram
carinhos, o que era uma caminha, um sofá, o que era estar fora daquelas
grades frias, onde sempre me conheci. Fiquei a saber o que era o mundo lá
fora, o que era o verde e o céu azul, o que era a Liberdade.
Tudo durou apenas um fim de semana.

Se a minha amargura já era tanta, se o meu sofrimento já era o que baste,
porquê? Porque me quiseram afundar ainda mais?

TATU

Nota:
O relato da pós adopção, foi-me feito pela ex-dona do TATU entre muitas
lágrimas e afins.
A ser verdade, as palavras do veterinário mostram, não apenas a mais cruel
das negligências, como uma desmerecida vocação profissional, que me deixou
chocada.
Tão negligente terá sido este veterinário, como a própria dona que acatou
estas decisões como dadas por certas e voltou a ABANDONAR o Tatu no canil
municipal.

AnaC
02.08.06

Contactos

Susana
965039102
o_correio_da_susana@yahoo.com

AnaC
962906962
lycia@netcabo.pt
publicado por Rede Leonardo às 10:10

link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Tatiana a 1 de Setembro de 2006 às 19:22
..o seu humano é horrível, nem merecemos ser "donos" de qualquer animal dito irracional..
De Ftima Galvo a 9 de Agosto de 2006 às 02:40
Acho que valia a pena saber o nome desse veterinário e acrescentá-lo ao artigo. É lamentável que a saúde e bem-estar dos animais tenham de passar pelas mãos de indivíduos que, em termos éticos e deontológicos, deixam tanto a desejar...
O canil onde o Tatu, e outros infelizes como ele se encontram, não tem acompanhamento veterinário?
Provavelmente está com sarna ou tinha(que são contagiosas quer para humanos quer para cães), folicolite ou fungos. Com uma medicação oral adequada e tratamentos/banhos regulares, acrescidos de vitaminas e alimentação saudável, acredito que o Tatu em breve (6 a 8 semanas) vai estar bom.
Pior clima para doenças de pele do que o que temos aqui em Macau, não existe... e se nós conseguimos curar os nossos protegidos os veterinários aí em Portugal também conseguirão curar o Tatu e outros como ele. Basta quererem!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Gift e Mex

. eu sou o Nix

.

URGENTE!!! CANIL ...

.

ADOPÇÃO URGENTE!!...

. Nós necessitamos de um do...

. gatinhos para adopção

.

ADOPÇÃO URGENTE!!...

.

ADOPÇÃO MUITO UR...

.

ADOPÇÃO URGENTE!<...

. FAÇA AQUI AS SUAS COMPRAS...

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds